Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pena que não escrevo

Pena que não escrevo

Caminhada Nocturna

01.12.21
É uma prática poderosa, que me ajuda particularmente a ver em tons que nao agridem os sentidos. Tudo a meia luz, porque tem iluminação pública. Ouvir o vento a roçar os pavilhões, ouvir os ruidos dos carros, ver o branco e laranja dos postes, o vermelho, o amarelo e o verde dos semáforos. Eu no passeio recto, vejo carros pirilampeando, é noite de domingo. Desligado do senso da distância, to vigilante, feito um radar. Caminho sem pressa pra o destino; a distância que percorro é (...)

Nesta noite

28.06.21
Queria te ter aqui me fazendo carinho no peito, a conversarmos eu te abraçando teso sem nenhum pensamento sexual. Teso da reação de gostar do contacto nosso pele a pele. Dentro das mantas, música no fundo e luz suave de candeeiro a fazer do cenario um ninho de pombinhos. Conversaríamos até o sono tomar o espaço.  

Pela primeira vez

04.05.21
Vi um ciclista a dar sinal com a mão indicando que vai virar (mudar de faixa de rodagem). Com uma criança na garupa, ele de luvas com partes fluorescentes - acredito que o propósito é mesmo estar visível para os automobilistas. Os sinais de mudança de faixa para ciclista só os tinha visto em manuais. Foi emocionante ver o nivel de responsabilidade! Coisas vistas na paragem do autocarro.

Ultimamente

01.05.21
Não tenho visto televisão, não escuto rádio... Desliguei-me! Não sei de estatísticas actuais da pandemia. Notícias sugeridas em meus navegadores já não mostram assunto pandemia. Pareço desconectado de uma realidade que ainda faz parte das saudações matinais, conversas entre estranhos, discursos políticos, campanhas, etc... Minha vida não parou, sim recuou e me encaixei no cenário. Vou a paragem do autocarro e vejo pessoas a rigor, máscara na face - até aí tudo bem - (...)

Eu te quero

01.05.21
- Eu te quero muito. - Para quê? - Para companheira, jogar conversa, abracar, trocar carícias, dormir juntinhos de conchinha, ouvir rádio no fundo que tocasse músicas que ambos nem gostamos e nem vamos passar porque é rádio mesmo! E pela madrugada despertar mas fingir sono e simplesmente sentir o cheiro da pele quente que suou na madrugada pelo calor dos cobertores que se tirássemos sentiriamos friozinho. E um beijinho nas costas estaria a substituir aquelas 4 palavras - Eu Não (...)

Em algum momento...

01.05.21
...na jornada da vida, só queremos alguém em quem confiar para partilhar nossas coisas íntimas, problemas e sucessos, stresses e bom humor, conversa séria e futilidades... Queremos partilhar o mesmo copo de chá só por confiar mesmo, fumar do mesmo charro, comer a mão do mesmo prato como se não tivessemos mais loiça! E nesse momento, tudo nos é tão natural para nos mandarmos piadas de mau gosto sobre os nossos defeitos, dos congénitos até aos adquiridos; nos criticarmos sem (...)

Realização

10.04.21
É quando levas a vida, tranquilamente, no presente, no agora, ao som de uma música instrumental que te fala narrativas e descobres que és feliz, mesmo com problemas.